Na crise de pânico o corpo reage com medo como se estivesse frente a um perigo, porém não há nenhuma ameaça visível. A mente então se volta para as reações fisiológicas que são inerentes à reação de medo, como se as reações em si fossem perigosas.
Estas reações (taquicardia, falta de ar, tontura, enjôo, etc.) fazem parte da reação emocional de medo, porém a pessoa passa a interpretá-las como sinal de perigo, indício de uma doença fatal, de uma catástrofe iminente. Esta interpretação catastrófica produz ainda mais medo, logo mais reações fisiológicas. Como a pessoa tem medo de reações corporais que são parte da própria emoção de medo, este “medo do medo” tende a se perpetuar: sempre que a pessoa ficar receosa, vão aparecer reações para serem temidas e sempre que a pessoa sentir algo diferente vai ficar temerosa, logo vão surgir mais reações… Quanto mais reações, mais medo, quanto mais medo, mais reações, num circuito que se auto-alimenta. Este é o círculo vicioso que mantém a pessoa prisioneira no transtorno do pânico.
Um dos focos do tratamento é interromper este curto-circuito que envolve reações físicas – medo – interpretações catastróficas.

82 Comments
  1. Alessandra

    Parece que este texto esta falando de mim, tenho todos estes sintomas, principalmente no momento em que me sinto em perigo, seja dentro de casa sozinha com a minha filha ou seja dentro de um ônibus.
    Tenho sofrido muito com a síndrome do pânico, tudo por causa da Leve Lebirintite da qual fui diagnosticada. Como os sintomas são parecidos, nunca sei se é um ou outro.Estou fazendo tratamento para Labirintite e fazendo terapia, mas não gostaria de tomar remédios, será possivel isso?

  2. Artur

    Oi Alessandra
    Sobre a labirintite precisa ver com seu médico o que ele encontrou. Muitas vezes a pessoa reage com crises de pânico frente a sensações trazidas por outro problema, como uma tontura que é produzida por labirintite. Tratar o pânico neste caso não reduziria a tontura, só diminuiria a reação de ansiedade quando a tontura aparece. Em muitos casos, no entanto, a tontura é sub-produto do estado de ansiedade e reduzindo o pânico, a tontura passa.
    Sobre a medicação (para pânico), atualmente é possível tratar o Transtorno do Pânico sem medicação, só com uma psicoterapia especializada. Algumas pessoas preferem levar os dois tratamentos juntos, mas isto é opcional.
    Quando há outro problema junto com pânico, precisa tratar os dois problemas, ok?
    Artur

    • Doutor já faz um ano que sofro de panico estou tomando alprazolam de 0,25 e agora estou em fase de retirada tomo o fluoxetina de manha e metade de alprazolam de tarde ,tudo começou por causa da cocaína no ccomeço fazia uso só nos fins de semana e depois fazia todos os dias e nisso eu tive uma loucura muito grande e depois parei e quando parei veio as crises de panico e estou assim já faz tempo ,agora espero sair dessa logo e tomando fluoxetina e só metade de alprazolam e logo paro com o alprazolam só tenho medo de não conseguir o desmame desse remédio pois e muito difícil e TB pq tenho medo de voltar AA crises por favor me responda to precisando de orientacao

  3. Adriane

    Olá, tenho sofrido desse mal desde dez/08, comecei a ter sintomas de várias doenças e pelo fato de nunca se achar nada comecei a ficar nervosa demais, comecei a ter essas crises, minha cabeça parece que enche por dentro, dá um calorão, ou começa com tonturas, aí vem todos aqueles mal estar, parece que vou morrer enfartada ou ter um derrame, meu médio um cardio, me disse que estou com S.P. me indicou ansitec 5 mg e rivotril 0,5 mg a noite e tbm rivotril 0,25 em caso de crises, mas qnd tenho crises não tomo o 0,25, tento controlar sozinha, mas tem sido muito dificil, não tenho vivido mais, parece q se estou sem meu marido ou minha mãe logo terei a crise novamente, estou sofrendo pq quando venho ao trabalho e volto é de onibus, e quase sempre começa o mal estar, estou pensando em ir a uma psicologa também, gostaria de saber como posso controlar esses sintomas e se isso tem cura, estou tomando os medicamentos certinhos, mas mesmo assim, ainda tenho crises ou os sintomas dela como a pressão na cabeça e a tontura que é horrivel, sem contar a dor de barriga.Aguardo retorno!

  4. Artur

    Adriane
    Uma pessoa com Pânico perde a capacidade de se auto-regular. Ela precisa aprender a influenciar seu estado emocional e se acalmar, o que é possível pelo aprendizado de técnicas de auto-gerenciamento.
    O melhor tratamento hoje disponível para Transtorno do Pânico é uma forma de psicoterapia especializada, conforme os princípios que descrevo no site:
    http://www.psicoterapia.psc.br/scarpato/panico.html

  5. Maslowa

    gostaria de saber como são feitas na pratica as tecnicas de auto-regulação como trabalhar a respiração, a visão ocular, a desensibilzação, etc.. isso me ajudaria bastante se pudera pratica-las, mas não sei como se faz. Muito obrigada pela inestimável ajuda que o blog já deu.

  6. Adriane

    Dr. obrigado por responder, eu estou tratando com um cardiologista, que foi quem identificou a S.P. em mim, mas gostaria de uma opinião sua, posso continuar com ele e fazer tratamento com uma psicologa tbm ou ir a um psiquiatra e psicologo junto, porque consultando nos sites vi que o ansitec não é muito eficaz na S.P., estou a 20 dias tomando esses medicamentos e ainda tenho essas crises, queria apenas uma orientação do que devo fazer, se puder me ajudar e não for encomodar.Aguardo retorno e agradeço desde já!

    • Erondi junior marques

      Adriane tenho o mesmo inchaço no meu lado direito do cerebro e as crises acabaram se tiver como voce entrar em contato comigo pelo whats 04142 99669794 por favor preciso saber sobre seu inchaço o meu parece ser real

  7. Artur

    Adriane

    Acho importante este seu movimento de pesquisar na Internet e se informar. Volte e converse com seu médico sobre o que você leu. Como regra geral, o psiquiatra tem a formação mais adequada para medicar os casos de transtornos psicológicos, como o Pânico. A combinação de tratamentos paralelos, com um psicólogo e um psiquiatra, costuma dar bons resultados. É importante procurar profissionais que saibam tratar Pânico. Sobre o remédio escolhido, prefiro não comentar, já que não utilizo medicamentos em meu tratamento.

  8. Artur

    Maslowa
    Tenho pensado em como divulgar algumas destas técnicas, mas ainda não cheguei a uma conclusão. O obstáculo seria o mesmo de descrever uma imagem através de palavras, muitos detalhes poderiam ser perdidos. Eu não estaria vendo a pessoa para saber se ela está fazendo o exercício de modo certo, corrigir, etc. Algumas técnicas mais simples de respiração você encontra com facilidade na Internet e podem ser úteis.

  9. Ana Paula

    Oi doutor…è exatamente isso que acontece comigo.Mas eu tenho me de morrer….Medo não, pavor.Na hora da crise, perece o inferno.
    No ano 2000 tive a primeira, fiz tratamento a base de flouxetina. Passei muito tempo tendo crises fracas, mas nunca desapareceram.
    Agora as crises estão aparecendo a cada pouco tempo, me deixando transtornada.Não sei oque devo fazer,pois o médico me receitou fluoxetina de novo, mas esse medicamento me deixa bem mal.Por favor me ajude, moro no Mato Grosso e fica difícil marcar uma consulta com o senhor.
    Se puder, me dá umas dicas via internet…Agradeço desde já.

  10. ana carolina

    Nunca em todas as leituras que fiz li uma descrição tão perfeita de como eu me sinto, chego a me animar a buscar um tratamento, visto que não estou louca e que existem outras pessoas sentindo exatamente as mesmas sensações surreais que eu.

  11. Waldecy

    Prezado Dr. Artur,

    Acredito que tenho SP, pois nenhum médico me informou sobre isso ainda. Apesar de que em 1996 tive a primeira crise sem saber o que estava acontecendo e só depois de muita pesquisa descobri o que estava acontecendo comigo e fui medicado com DIAZEPAM 10 mg na época, os sintomas duraram um tempo e depois desapareceram. Em 2004 surgiu novamente e pelo jeito veio pra ficar, pois tenho uma preocupação exagerada com os meus batimentos cardíacos, onde hoje até evito fazer exercício fisico por medo do coração disparar. Sempre busquei informações na INTERNET sobre o assunto e os meus médicos me falaram para não procurar pois seria prejudicial as informações, ou seja, ao invés de ajudar, poderia prejudicar. Hoje estou medicado com aprazolam 1mg e acredito que invés de ajudar está piorando o meu caso. Passei por alguns psicologos, mas não me ajudaram em nada, pois não focaram no assunto do qual preciso saber: os meus medos. Em resumo, preciso de ajuda e li todos os seus artigos e o principal, senti uma confiança profunda nos seus escritos e gostaria muito de ter um consulta com o Sr. e uma avaliação. Infelizmente, moro distante de São Paulo 150km e se o Sr. puder me responder por e-mail como posso estar entrando em contato, serei muito grato.

    • Ricardo

      Tenho a doenca, posso falar com propriedade. Olha nas crises pesadas tomava o ansiopax que é um calmante. 3 x ao dia, nao tem efeito colateral viu. tome muito suco de maracuja. Nao tome em hipotese alguma bebida alcoolica, nem cafe, nem coca cola nem medicamentos com cafeina. ao se esforce, nao passe raiva, escute as musicas que vc gosta. Tire o foco de dentro do seu corpo, de atencao ao que esta fora. Quando vc achar que esta bem melhor procure um psiquiatra pra tomar um antidepressivo, comcerteza alguns nao darao certo com vc pois eles tem muito efeito colateral. Mas vai ter algum que com dose certa vai resolver a longo prazo e nao voltara mais as crises. Vc precisa seguir a dieta a risca…. Nao pode perder sono.

  12. Chris

    Olá Dr. Artur!
    Tenho 33 anos e pelo que lembro já sentia sintomas parecidos desde criança, mas de forma branda. Tenho medo de qualquer coisa que possa mudar minha rotina. As tonturas são constantes, mas uma forte crise já me ocorreu no avião, no ônibus, no carro, em ladeira, no navio, pensei que meu coração foi rasgar o peito, total descontrolhe. Já tive reação de travar as pernas e não poder continuar andando sozinha a não ser segurando a mão de alguém. Também já tive falta de ar durante o sono, acordando sufocada. Só viajo a base de dramim para poder dormir. Passei a me isolar e percebo o quanto tenho prejuízos na vida profissional e pessoal por ter tanto medo de encarar situações que me fogem o controle. Já procurei ajuda e fui orientada a procurar um especialista para tratamento com medicamentos, mas até agora estou adiando. Bem, aproveito a oportunidade para saudá-lo e dizer o quanto seu trabalho de divulgação e estudos sobre a SP é importante.

    • Ricardo

      Nao adie mais. Vc esta brincando com coisa seria. Tem calmantes derivado de planta, depois o psiquiatra vai procurar um antidepressivo que controla sua ansiedade.

  13. LeoRV

    Olá Dr Artur, tenho sintomas de ansiedade a mais de 1 ano como tonturas e zonzeiras, no começo tratei com fluoxetina, mas conversando com minha psiquiatra ela percebeu que eu deveria parar com a fluoxetina e procurar um psicologo, ja fiz 7 seções, mas continuo com as zonzeiras o dia todo, e accho q o processo de acompanhamento psicologico é muito demorado, mas tenho fé q vou melhorar, mas em média qtos meses ou anos vou ter algum resultado?? Tenho 24 anos, e isso me atrapalha muito profissionalmente, é isso q me deixa bastante insatisfeito, o fato de eu poder estar em um emprego melhor, mas na hora da entrevista eu “amarelo”. Qual sua opinião?
    Obrigado
    Espero respostas

  14. Juliana

    Oi Leorv, nao se pertube, em momentos d crise, é horrivel mesmo, e eu tenho 25anos , o mais importante, é reconhecermos e usar nossa força interior, nao é nada fácil, mas nao impossível, por q com Deus, nada é impossível. felicidads

  15. gostaria de perceber se os meus sintomas ~soa de pânico. À cerca de um ano e meio que sinto um ouvido com uma cortina ao fundo, dor facial do lado direito, muitas dores de cabeça. com o tempo vieram as dores musculares e articulares sempre do mesmo lado. já fiz ressonâncias cerebral e cervical e muitas análises, electromiografia, cintilografia ossea, tac facial. os resultados sao normais. O meu reumatologista diz que pode se psicossomatico. qual é a sua opiniao?

  16. Amanda Rodrigues

    estou com um caso de labirintite (diagnosticado ) em que tenho apenas tinidu na cabeça,a noite toda,isso me fez entrar em panico, tenho medo de nunca me curar,tenho uma filha e sei que não suportarei ,tenho 30 dias chorando e sofrendo ,em panico ,os remedios nao fazem efeito nenhum ,por favor ,qual é a sua opiniao ?

  17. Amanda Rodrigues

    estou com um caso de labirintite (diagnosticado ) em que tenho apenas tinidu na cabeça,a noite toda,isso me fez entrar em panico, tenho medo de nunca me curar,tenho uma filha e sei que não suportarei ,tenho 30 dias chorando e sofrendo ,em panico ,os remedios nao fazem efeito nenhum ,por favor ,qual é a sua opiniao ?

  18. Estou postando esta informação neste blog por indicação de uma pessoa que já faz parte…
    Gostei muito da definição CURTO CIRCUITO NO CÉREBRO que gera pãnico.

    Vou explicar como e porque o pânico acontece.

    Tudo parte do pressuposto básico… o mínimo denominador comum da existência: SOBREVIVA.
    A sua mente analítica vem equipada para fornecer todas as respostas de maneira que você atinja este objetivo: SOBREVIVER DA MELHOR FORMA POSSÍVEL PELO MAIOR TEMPO POSSÍVEL.

    Considerando isso como um dado estável, já que não há nenhuma atividade na qual vc possa pensar que não encaixe neste conceito, então de onde vem as coisas que atrapalham a sobrevivência, tais como doenças psicossomáticas depressão, síndrome do pânico, medos, fobias, inseguranças, pensamentos e comportamentos irracionais… etc… etc… etc?

    A resposta é: essas coisas vem de fora da mente, são implantadas em momentos em que a mente analítica estava parcial ou totalmente inconsciente. Quando isto está acontecendo, vc está experimentando algum tipo de dor (física ou emocional)e então esta experiência contendo dor é registrada na mente reativa (no corpo) e visa únicamente produzir ação quando no futuro qualquer coisa que estava presente no momento da dor, estiver sendo percepcionada no ambiente do indivíduo… então aquele conteúdo é ligado e provoca uma reação que será sempre irracional… é daí que vem o pânico…

    Para resolver isso basta que um auditor (terapeuta) treinado nesta técnica coloque vc em contato com os incidentes que contém dor na sua mente reativa e faça com que você os experimente várias vezes até que sua carga de dor apague para sempre e então você estará livre, isso nunca mais te incomoda…. é simples assim.

    Tudo isso é feito sem usar nenhum tipo de medicamento e o pânico é resolvido para sempre.

  19. ivonete

    estou com falta de ar dor de cabeça toturas enjos me tratando de cidome do panico. mais isso ja foi longe de mais sem conta que minha cabeça pareçe que estau amasando papael de ntro dela . minha respiraçao e orivel estou sempre cansada obigada!

  20. eunice

    faço tratamento de um transtorno de ansiedade a tres aos faço uso de medicação citalopran que com o passar de tempo diminuiram a dosagem porque antes tinha crise constantemente ;hoje as vezes sinto mas acho que ñ é necrssario mexer na medicaçáo doutor sinto isso só quando entro no onibus oque fazer neste momento da crise?será que isso pode ser trauma? porque me lembro uma vez dentro de um carro nos eramos muito pequeno e meu irmão soltou o freio de mão; eo carro desabou quase caiu em uma ribanseira só sei que pulou todos so ficou eu era mas pequena depois meu tio com mas pessoas conseguiram segurar o carro e me tiraram de lá será que é por isso que tenho tanta ansiedade quando entro em uma perua onibus. mas é estranho com o meu esposo no carro ñ sinto isso doutor por favor me ajude .

  21. JOSÉ

    Boa tarde doutor!
    a dois anos faço tratamento do medo e ansiedade com medicamento homeopatico,pois tenho sintomas como: medo de dirigir sem alguem por perto sinto tonturas,sonolencia,dor de barriga etc… sintomas que ainda persiste,devo tentar outro tipo de tratamento

  22. Marcia Regina

    Dr, não consigo achar nada parecido na internet com meus sintomas. Há 4 meses comecei a sentir como se tivesse algo na garganta, um nó. Tomei até remédio para dor de garganta. E sentia tipo um catarro toda hora, e engolia para aliviar. De manhã sentia muita falta de ar. Fui num clínico geral e ela me receitou ansitec. Estou na 4 caixa e continua alguns sintomas. Parou esses. Mas sinto uma sensação de angústia pela mahhã e a tardinha então fica pior ainda. Uma sensação muito ruim. Sabe me dizer o que pode ser isso? pois difere de todos os sintomas de depressão. Tenho vontade de ficar deitada, dá uma pressão na cabeça, fico meio zonza, mas com uma angústia terrível. Não tenho vontade de chorar, nem sintomas de síndrome do pânico.
    comecei a fazer acupuntura, academia, mudei alimentação, evito café, mas to vendo que não melhora. Pode me ajudar?

    • Fernanda

      Márcia, é o mesmo q eu sinto, é horrível, ja fui em todos os medicos possíveis e nos exames nao deu nada. o médico disse é sindrome do panico, estou tomando fluoxetina e alprazolam mas nao melhorou muito nao, é horrível, só qquem sente sabe, agora vou começar um tratamento com o psiquiatra e psicnalise, mas o q esta me sustentando é Deus mesmo

    • Ricardo

      Isso é ansiedade amiga…..cuide para nao virar panico. Saos os primeiros sinais do corpo. A amaioria nao sabe e deixa agravar. Procure bom psquiatra, procure relaxar. Ansiopax muito bom pra. Em.

  23. Bárbara

    Dr. aproximadamente uns 15 anos passo por este sofrimento das crises de pânico em todo esse tempo faço tratamento com remédios e terapias as vezes me canso e paro mas o que quero agora é não ter mais que ficar limitada na vida, sou daquela que fico com medo de andar de ônibus evito viajar e se for sozinha nem pensar. Fico com medo de ficar sozinha em casa enfim gostaria de me sentir bem com a solidão. Como fazer para desligar este botãozinho do cérebro que é acionado fazendo este curto circuito e toda esta terrível sensação no nosso corpo. Na verdade as terapias que fiz até agora não teve nada do que o Sr. descreve aqui posso dizer que é isso que preciso uma terapia realmente direcionada para o pânico. Como posso ter contato com suas tecnicas?

  24. Fernanda

    Boa noite,

    Meu nome é Fernanda sou aqui do Interior de São Paulo, trabalho das 8:00 da manhã até as 22:30 da noite, é puxado mas preciso das hs extras que ganho, há cerca de 3 meses, venho me sentindo mal, tendo muitas tonturas falta de ar, sensação de sufocamento, e as vezes chego a quase vomitar de tanta ânsia que tenho, não há nenhuma possibilidade de gravidez, e fiz vários exames, inclusive eletrocardiograma, e que por sua vez não deu nenhuma alteração.
    Estive lendo na Internet sobre esses sintomas e encontrei várias pessoas com esses mesmos sintomas, denominando-os como sindrome do pânico, não sei se tenho isso, mas a sensação de morte é inevitável, as vezes penso em besteiras, mas logo caio em si.

    Gostaria de uma ajuda, quero saber mais sobre essa doença, e como posso continuar trabalhando sem que meus patrões percebam o que tenho.

    Obrigado
    Fer

    • Ricardo

      Logo vao perceber, nao se preocupe. Tudo isso e desequilibrio de neurotransmissor cerebral. Ansia de vomito, tontura, mas estar, medo, cansaco. Medo de ter medo etc……vai no psquiatra que existem um remedio entre varios que nao deixara agravar. No incio ele piora o quadro 20 dias depois ele controla.

  25. Miria

    Boa Tarde!!!
    estava navegando na internet, sobre crises de ansiedade, e achei muito interessante este site…..,enfim deixa eu contar um pouquinho da minha história, tive um casamento frustado de 12 anos, onde tive que se deparar com meu ex-marido usuario de drogas, traições etccccc…convivi com isso 12 anos , pois não conseguia me livrar dele, tinha muito medo do que ele poderia fazer comigo, até que a muito custo consegui me separar, tenho uma filha de 9 anos , que com 5 anos caiu de 4 mtrs de altura vindo fraturar o cranio tendo que operar a cabeça, graças a Deus ficou boa, sem sequela alguma…., hoje moro sozinha com ela, não consigo confiar nem me relacionar com ninguem, tenho muito medo de tudo , da vida , de morrer, de doença ruim e ter que deixar minha filha sozinha, enfim de uns 2 meses pra ca estou muito mal, fui ao psiquiatra ele me diagnosticou “ANSIEDADE FÓBICA” não consigo pensar , não consigo me concentrar no trabalho , na faculdade , nem pensar no futuro, tenho PVM e arritimia sinusal e quando fico assim que é praticamento todo dia, ela ataca e ai me da mais medo , meu coração parce que vai sair pela boca e meu coração parece que da um soluço uma anormalidade , detectei PVM e arritimia , quando estava gravida a 9 anos atraz e nunca tinha sentido nada, mesmo passando por tudo que passei, só que agora a uns 2 meses atraz, venho sentindo, palpitações,tremedeiras, calafrios,moleza , taquicardia, e muito desanimo, o psiquiatra me receitou floxitina, mas fala sério!!! que remédio é aquele me deixou 3 X pior do que ja estava, depois de 10 dias tomando , parei por conta própria…… e voltei nele , ele me passou rivotril , e percebi que estou mais tranquila, só que tem um detalhe fui em psiquiatra particular e é muito caro e o rivotril é só 30 comprimidos, conclusão não vou ter condições de pagar novamente só pra pegar receita de novo, pois achei que esse remédio foi muito bom pra mim…..e ja estou com medo de ficar sem ele………ai gente me perdoe por escrever tanto , mas sinto necessidade de escrever pra esquecer este pesadelo , que vcs sabem bem o que é!!!!!!! bjus a todos e fiquem com Deus ..
    miriacmluz@hotmail.com

    • soloir

      oi MIRIA ,,então eu já passei por isso por 8 anos ,,no inicio começou com a saida da minha filha mais velha que tinha que estudar fora da minha cidade ,,eu quase enloqueci,,,mas não aceitava que estava com alguma coisa do tipo depressão ou ainda mais com síndrome do pãnico,,ai como eu já tinha trabalhado em hospitais como técnica de enfermagem,,eu sempre vi os pacientes internarem com esses transtornos emocionais e ai os PSIQUIÁTRA receitavão remédios fortíssimos pra dormirem ou até amarravão os pacientes na cama pra não se machucarem,,,,então vendo isso fiquei com mais medo ,,ai não queria saber de médico de nenhuma especialidade ,,cheguei a ter que ir pra o pronto socorro pq tremia a noite inteira sem dormir e sem comer,,só me fizeram um palhativo e me mandarão embora do mesmo jeito,,,, ai como eu tinha mais conhecimento com um médico CARDIOLOJISTA meu marido me levou la ,,qd comecei a contar meus sintomas pra ele ,,ele só me disse hiiiii,,tu esta com depressão e com síndrome do pãnico,,ai sim eu quase tive um infarto ,,não conseguia nem respirar ,,,,ele me examinou eu não tinha nada só uma angustia terrível,,quer ver qd ia chegando ao entardecer ,,eu tinha que ficar com todas as luzes da casa assesa,, e caminhando não conseguia a dormir e nem deitar ,,éra tipo deitava e já levantava direto assim,suava muito ,,meus pés éra gelado e suado eu tremia muito o corpo inteiro,,,,ai ele me receitou a FLUXETINA e me disse tu só vai sentir uma melhora após 15 dias fiquei nervosa pq ia demorar muito ,,mas ele tb me deu RIVOTRIL 2mg 1 comprimido ha noite …..fui tomando e não sentia diferença nenhuma continuava aquela angustia que só Deus sabe como é desesperador….mas depois sim dos 10 dias eu comecei a sentir uma leve diferença tomava a fluoxetina demanhã e um rivotril a noite,,,,graças ha Deus isso já faz 8 anos mas acredite eu ainda estou tomando agora DIAZEPAM e as vzs fluoxetina ,,pq ainda eu estava passando pela menopausa ai tinha calorões ,, agora estou bem ,,,,,e testei isso pq perdi meu pai e dali 5meses perdi minha mãe,,sabe o que é isso ,,,fiquei desesperada mas já estou melhorando e não me deu mais síndrome do pãnico tive uma leve depressão ,,,e agora já faz um ano e meio que os perdi e só tenho saudades… mas pra vc ver que tem sim que fazer o tratamento e já saber que é por um longo tempo ,,é tipo assim vc tem que se acostumar a tomar esses remédios e pronto,,que com o passar do tempo tu nem sente mais que isso é um encomodo pq vc vai se sentir melhor e conviver com as pessoas bem mais facil ,,ter alegria ,,ter energia , vontade de viver,,, participar com os outros das coisas ,,ter vontade de se arrumar de sair nem que seja poucas vzs mas já é o suficiente pra vc .,,,acredite tu vai voltar a ser feliz ,,,,, ha viver ,,,,hoje eu fico na paz. ……. e agradeço ao CARDIOLOGISTA acredite nada de psiquiatra ou psicólogo,,,, é pior … ..

      espero que tenha ajudado ,,,,, e acredite isso foi real ..DEUS é minha testemunha..
      fique com Deus ,, e ele vai te tirar tudo isso .

      bjs.
      ha lembrei se vc for no SUS e consulte com um clinico geral e peça a receita de fluoxetina 20mg..1x ao dia ,,,, e o RIVOTRIL 2mg 1 x ao dia que seria a noite ,,tu ganha na farmácia básica da tua cidade ,,, eu sempre ganho e chego ha ter de reserva só de medo de ficar sem…….
      ok……

      • Priscila

        Estou passando por td isso, estou sofrendo muito dias de luta o psiquiatra me passou o fluoxetina que tem ajudado mas os efeitos colaterais são severos,tem 24 dias que estou tomando porém sinto muita tontura as vezes acho que vou desmaiar. Tenho saudades de mim de ser feliz de novo e o mais importante a paz interior.

    • soloir

      oi michelle,,,se vc puder leia o que eu escrevi pra MIRIA.

  26. Aline

    Bom, Passei por este problema dos 13 anos até os 22 mais ou menos, passei por vários especialistas, um deles me receitou amitril, mas não adiantou muito, perdi minha adolescência praticamente, tive que trancar a faculdade em 2002, não pegava ônibus, geralmente as crises era pra ir pra longe, mas derrepente ir até a rua passou a ser um desafio, passei por um psiquiatra que aumentou as dosagens do amitril, e acrescentou mais cinco tipos de remédios, tava quase enloquecendo mesmo, tinha algo dentro de mim que dizia que se eu ficasse naquele lugar ia desmaiar, ia morrer, sebntia o coração acelerado demais dores no peito, as mãos suavam muito, eu tremia,as pessoas iam perceber e iam rir de mim, muitas vezes desci de ônibus no meio do caminho e as vezes nem pegava o ônibus, sentava sempre perto da porta, pois se eu passasse mal sairia correndo rápido senti que tinha que enfrentar e passei a sair e permanecia nos locais mesmo quando passava mal, e descobri que nunca desmaiava, e nem morria, no começo voltava pra casa com dores no corpo, dores de cabeça eu lutava com a minha própria mente o tempo todo, e as crises foam diminuindo as poucos, consegui um trabalho, voltei a faculdade, me formei, namoro saio e viajo, tirei a minha habilitação, dirijo sem medo algum, entro em qualquer ônibus cheio vazio, não tenho medo de ter medo, pois o pânico foi diminuindo a medida que eu descobri que era tudo mentira, ninguem tem um ataque cardíaco apesar de parecer, eu não desmaiava em lugares públicos, a síndrome do pânico perdeu pra mim

  27. carlos

    tenho ataques de panico com vômito,sentimento de culpa,prostação,choro etc,tomo pondera de 20mg,faz tempo que não vou no psiqiatra me diga o que devo fazer. abraços, carlos.

  28. Graças a Deus já estou sob controle do panico com antidepressivos, rivotril, homeopatia, acupuntura e exercicios fisicos regulares.

    Fiquem com Deus e nunca percam a esperança.

  29. Melissa

    Olá,
    Nem sei por onde começar estou c transtono do panico deste 2009 eu começei a me sentir mal..ja fiz exame de sangue ,urina e coração..Por tenho medo de morrer de infarto.Msm sabendo que não vou eu tomo revotril de manha e a noite 3 gotas..Então fico bem dois dias depois passo mal de novo sinto dor no peito,mto sede.Já estou na face de sair para caminhar e me sintir mal coração começa doer eu sinto falta de ar me sinto fraca,qnd chego em casa bebo agua sem parar..Não sei mais oque fazer só não quero ficar maluca..

  30. patricia

    tenho tanta ansiedade que chego a sentir dor no peito,a noite tenho sono mais nao consigo dormir fico querendo que passe a noite logo.Fico irritada,nervosa,sem paciencia.Fico com uma sensaçao estranha, vontade frequente de ir ao banheiro, minhas maos ficam geladas, as vezes tenho crise de choro de tao nervosa que fico.Tenho medo em proucurar um medico,tenho medo de tomar remedio ou ele diagnosticar doença grave.

  31. por eu ser uma mulher muito anciosa, com isso vem a depressão, meu medico me receitou amitril + rivotril, confesso que tenho dormido bastante,porem fico sonolenta o dia todo,gostaria de saber se esse efeito é apenas no começo, hj faz 4 dias que estou tomando a medicação;
    obrigada ana

  32. era muito anciosa, so que comecei a tomar medicamentos e frequentar a psicologa e melhorei… mais ainda tenho falta de ar, muito desanimo, medo de morrer, de ficar sozinha… fico desanimada de uma hora pra outra… e semana melhora, semana piora.
    nao sei oque faço

    beeeeeijus

  33. Kleber

    Gostaria de indicacao de profissional ,que trabalhe na mesma linha que vc,no
    Rio de janeiro.

  34. Surya

    Me identifiquei muito com esta leitura, eu vomito nas crises, porém isto ocorre somente em relação afetiva em que estou muito envolvida e me sinto ameça por perda do parceiro que estou. Iniciei terapia a 3 semanas e estou tomando sertralina, mas por me sinto igual. Preciso de ajuda!

  35. leo

    passe a buscar a Deus so ele pode dar um fim neste anciedade porque ele diz na sua palavra marta vc esta anciosa mas que bastaria ela esta a boa parte a boa parte é jesus so ele pode nos da a paz , pesse nisto meu caro irmao e imâ , nao falo isso da boca pr eu passei por isso 5 anos ,e so quando encontrei com jesus foi que pude realmente voltar para a vida , comece a ir na igreja avangelica aos domingos busque a deus ele vai te curar large esse orgulho de que nasci em uma religiao e vou morrer nele ,eu tbm era assim mas eu acordei a tempo qualquer coisa meu email é leoandreraiz@hotmail.com

  36. hortênsia

    tudo começou com o ouvido esquerdo bloqueado.parecia que tinha a cabeça dentro de água.depois apareceu-me uns curtocicuitos na cabeça que duram cerca de 11 segundos.Tenho tambem problemas na fala,de repentente começo tata bblabla aaa,ou então fecho os olhos ,visualizo as palavras e depois leio.Fiz ressonancia magnetica.foi ao otorrrino.e á neurologista.e está tudo normal,nem preciso de medicamentos.Não sei o que tenho.Agradecia muito que alguém me pudesse ajudar OBRIGADA

  37. tenho sindrome do panico estou tomando fluoxetina e me sinto mal com a medicação me sinto o tempo inteiro insegura e tensa o pior é que so eu sei que estou com problema, tento fingir para todos por mais mal que eu esteja, e as vezes me sinto como uma criança com medo sera que posso ter esperança que vou melhorar tenho 24 anos e ja faz 3 anos que venho com estes sintomas se alguem puder me ajuda eu agradeço

  38. Amanda

    Obrigada pelo blog! Nem tenho palavras para dizer…tenho sofrido de SP desde que perdi pessoas da família (3 pessoas em menos de 01 ano). É incrível, tenho medo de morrer, de deixar meu marido, minha filha, minha mãe, de ter doença grave. Sinto dores nas costas, um calor no ouvido esquerdo que irradia para o pescoço, calor na perna esquerda tb. Nas crises sentia me coração disparar, uma pressão e calor na cabeça. Só que convive com isso sabe o quanto é difícil. Força prá todos nós!

  39. Silvia

    Fui diagnosticada com labirintite em 2005, tive muito pânico nas crises, tratei com um otorrino e ele me disse que a labirintite (como é chamada as doenças relativas ao ouvido interno) pode dar essas sensações de medo da morte eminente, muitas pessoas não podem nem ir a um supermercado lotado, ou grandes locais abertos, outras pessoas podem até ver vultos. Fiz tratamento um ano e fiquei boa durante o tratamento e por mais um ano, depois aos poucos as crises voltaram, agora fico em pânico quando fico nervosa, apreensiva, sobrecarregada, exausta ou com raiva de alguma coisa. Começa com escurecimento da vista, o coração dispara e fico com medo de desmaiar, ter um enfarte ou derrame, meu corpo treme, as vezes parece que a perna não quer obedecer, a pressão sobe. Comecei tomar remédio para pressão durante uma dessas crises, o próprio remédio me deixa pior. Também tinha uns choques na cabeça, sempre de noite e depois de ficar nervosa ou cansada demais, um neurologista receitou Rivotril, de uma até cinco gotas por noite. Passei a usar o Rivotril também para não ter as crises, nunca passei de 5 gotas, mas se não tomar por 3 dias seguidos elas voltam fortes. Faço yoga, o que ajuda, quando estou em crise faço respirações, procuro me acalmar, mas acalmo os músculos, não os nervos, só o Rivotril me acalma, estou viciada nele, não posso nem imaginar sair de casa sem ele.

  40. amei esses comentários a respeito dessa doença pq sofro de labirintite e tenho sindrome do panico sofro com essa doença meses mias tenho força de vontade que vou superar tudo isso

  41. Paulo Gomes

    Ainda não sei bem o que tenho, estou procurando ajuda médica agora, a ultima vez foi me dito que meu problema é psicológico, toda vez que me sinto na obrigação de algum tipo de ação, como pro exemplo, o simples fato de ter que sair para uma viagem ou no dia que minha filha nasceu ou no jogo de futebol ou até mesmo buscar um parente na rodoviária, me vez um enorme enjoo com refluxo que até chego ao vomito, me falta até ar quando estas ações vem depois de refeições, agora por exemplo meu chefe me chamou para irmos a uma reunião, ou seja jajá terei que ir vomitar, tenho 43 anos e a mais ou menos 22 anos tenho estes sintomas, já apelidei de “sindrome do urubu”, pois o bicho quando se sente ameaçado vomita para ficar mais leve e levantar voo rapidamente, estou a procura de algo que acabe de vez com isso.
    Abraços a todos

  42. JHOSY

    sou evangelica ha cinco anos e ainda nao conseguir me libertar da sindrome do pânico,sinto medo de ter medo sempre o que devo fazer.?

  43. Lucas

    Boa noite Dr.
    Fui diagnosticado com sindrome do Pânico as 15 anos fiz o tratamento até os 18 e por ter melhorado acabei interrompendo o tratamento, hoje estou com 25 e os sintomas voltaram bem fortes, não consigo ir trabalhar porque já acordo com tonturas fortes. gostaria de saber se é normal da sindrome sentir tontura o tempo todo sem parar. sinto que vou desmaiar e tenho que sair imediatamente do lugar que estou em alguns momentos.
    E normal essa tontura o tempo todo?
    Obrigado pela atenção.

  44. Boa tarde Doutor!
    Hoje preciso descrever sobre um problema que tem acontecido com meu marido. Ele passou por duas cirurgias em 2012, caiu quebrou a cabeça do fêmur e a primeira cirurgia os médicos colocarma sòmente pinos e parafusos, mas passado três meses, as dores eram tantas que foi necessário uma outra cirurgia para colocar a prótese total e assim as dores cessaram e passado mais quatro meses ele anda bem e até dirige. Bem, tudo parecia estar bem até que um dia ele começou a sentir fortes sensações horríveis na cabeça, como se fosse tonturas, apagões rápidos, em fração de segundos, entende? No momento pensávamos que se tratava de labirintite, mas logo fomos ao neurologista e ele fez tomografia, eletroencefalograma e os resultados foram bons, nada de anormal até aí. A incação foi para um cardiologista que logo pediu uma série de exames como: carótidas, ecocardiograma e cintilografia cardio. Mais uma vez os resultados não acusaram nada grave. Meu marido toma remédios para pressão alta há anos, algumas vitaminas, e faz uso de somalgim cardio diariamente.
    Estes sintomas que descrevi acima, ainda continua quase todos os dias e ele fica tão deprimido com isso que não quer comer, tem medo de dormir e maissss. Por tudo isso venho lhe pedir encarecidamente que nos mostre uma “luz no fim do túnel”… U

  45. Camila

    Bom dia estou desesperada,sou muito ansiosa e ja me acostumei com isso, inclusive ja fiz varias terapias mas as vezes como nesses últimos 3 meses os sintomas aumentam mto minha cabeça fica desnorteada, choro muito e sempre acabo correndo a algum clínico ou pronto socorro mas não funciona,estou me tratando com psicologa e tomando 1/4 de rivotril mas 10 gostas de fluexitina, não queria aumentar a dose pois tenho medo dos efeitos colaterais,sera que pode me indicar algum tipo de tratamento.

    obrigada

  46. Prezado Dr. Artur,
    Desde criança sempre fui ansioso mãos frias segundo minha mãe me conta que como fui muito anêmico vivia sempre indo a medico, hospital, farmácia já sentia medo da agulha da injeção. Hoje com 47 anos ainda continuo com ansiedade menos nas minhas rotinas normais, mas se eu for fazer um exame de sangue de rotina eu passo mal minha pressão cai parece que vou morrer, mas meu cardiologista me ensinou e deu certo quando você for tirar sangue peça para deitar na cama e funcionou não senti nada.
    Outra coisa se eu for falar em publico exemplo prova oral já me começo a me embananar esquecer começo a ficar aflito.
    Às vezes quando alguém me tira do serio, com palavras ofensivas no transito costumo me controlar ate mesmo no dia com amigos e colegas.
    Eu faço musculação desde meus 18 anos, era muito dedicado nunca fui de tomar Bomba sempre na alimentação normal, e hoje continua treinando musculação corre 30 minutos antes depois vou para os aparelhos, mas só me mantenho em forma e cuido de minha saúde.
    Mas agora duas x vezes uma hora cada aula por semana comecei a fazer uma nova aula à noite Defesa Pessoal Krav Maga. Estou gostando só nos circuitos exercícios físicos no final começa me dar falta de ar vai acabando o fôlego, bom os golpes não me faz mal eu ate me proponho a ser o primeiro porque têm muita torção, nos braços, pescoços, socos.
    Bom DR gostaria de sua opinião com respeito a minha pessoa que devo procurar um psiquiatra, um psicólogo, quero um tratamento eficaz.
    Há detalhe gosto de tomar cerveja socialmente eu fumava 01 maço por dia comecei com 28 anos de idade e parei depois que comecei a praticar essa Arte da defesa Pessoal Krava Maga há dois meses.
    São Jose do rio preto 15/08/2013

  47. Leiva lima

    Olá Dr.Arthur!!!Eu estou sofrendo com crises de ansiedade e medo,quando tenho crises parece que fico sem ar,as mãos gelam,meu coração dispara,a sensação é horrível.Estou grávida de cinco meses e tenho medo de tomar medicamentos.Tenho medo de sair de casa e passar mal,ando nervosa diariamente….Por favor se puder me ajudar….
    Obrigada!!!

  48. jacylania

    tenho sensação de curtio circuito quando estou pegando no sono ,é como se fosse uma energia ,esso é normal ? prcisso de ajuda.

  49. Katia

    Olá, sofro de SP, hoje tenho 48, sempre fui muito ansiosa, fiz 3 tratamentos para a SP, esse ano tive um infarto agudo. Nas crises de SP sempre fui ao pronto socorro eles faziam eletro e não dava nada, até que esse ano eu infartei. Li pesquisas que ansiedade e estresse podem causar sim um infarto.
    Hoje vivo pior que antes já que meu medo devido a ansiedade (SP),pode ser mais real que nunca, pois pode ser um outro infarto.

  50. Jussara

    Dr° Sinto todo os sintomas já postados aqui e estou me desesperando não sei o que fazer. Peço encarecidamente que me ajude, pois não estou mais aguentando…..

  51. Maria Inês pena silva

    Ola,tomo citalopram a 8 anos,junto com alprazolam,desmamei, o alprazolam ,e fiquei boa por 1 ano,agora voltei a estaca a zero ,estou de cama me ajude

  52. Rodrigo

    Olá doutor Arthur, tenho 22 anos e já tenho ansiedade, havia 1 ano que não tomava mais sertralina. e a algumas semanas passei por 2 coisas tristes… Um senhor faleceu em minha frente prensado entre um caminhão e o muro e um menino da cidade que morreu de câncer. Depois disso fiquei mto chateado e angustiado, comecei a tomar meu remédio de novo dia 09/06/15 mais percebi que minha ansiedade aumentou e por medo de ficar com alguma doença grave, fico com falta de ar, ânsia de vômito, corpo frio e cada hora muda os sintomas. Tava sentindo com o coração acelerado aí meço a pressão e está normal 12/8. Doutor isso pode ser síndrome do pânico ?

  53. Anabel

    Fazem 13 anos que estou tratando esse mal, mas no inicio deste ano me deu bem forte. Tenho a sensação que vou morrer e meu peito explodir, sindo as extremidades geladas e muito calor no pescoço e rosto, tenho diarreia, vomito, tonturas, ouvido direito com muito zumbido. Faço tratamento com Efexor XR 75, Stilnox 10 mg, Frontal 0,50 e Carbonato de litio 300 desde janeiro de 2015. Gostaria de encontrar alguma forma de lidar com isso sem sofrer como estou sofrendo. Obrigada.

    • Ricardo

      Tudo que senti. Calma demora mas cura.. Muito suco de maracuja…nada de coca cola cafe guarana e acai. Calmantes e bom sosno a noite.

  54. Eliane Moreira Pedrilio

    As vezes tenho uns sintomas que eu não intendo muito bem,um e quando durmo não é sempre mas o sono fica pesado e eu quero acordar e não consigo acordar, acorda dorme, outro e como um choquinho na cabeça fica o dia inteiro desse geito, gostaria que VC pudesse me explicar o que é ou o que pode ser.Desde já muito obrigado.

  55. Matheus

    Olá, pessoal. Desde que tive minha primeira crise do pânico minha vida nunca mais foi a mesma. Alguns sintomas perduram o dia todo, como visão meio embaçada (bem pouca, mas percebo a diferença) e tremores com fraqueza nas pernas. Isso é mesmo da SP?

  56. wendel sousa possidonio

    doutor me ajude…
    tudo começou apos meu ultimo dia com a cocaina (3 anos limpo )…foi uma noite horrivel achei que fosse morrer, coração disparou, a falta de ar foi intensa …hoje nao sou mais normal, tenho medo de sentir os mesmos efeito a qualquer hora, sao 3 anos ja…fui ao psiquiatra ele me rivotril, tomei por um tempo e nao ajudou, dai o medico fez o desmame (nao fiquei depende )…o psiquiatra mandou eu ir a um psicólogo, mas venho de familia humilde…quero minha vida de volta, fui um atleta, campeão sergipano de karatê , malhava…hoje nao consigo fazer mais nada, pois quando me exercito sinto medo de desmaiar ou morrer do coração (fiz exames fisicos e nao deu nada)

    meu numero e 79 9991-4720 (whatsapp)
    se souberem alguma maneira de me ajuda pode me notificaar a qualquer hora do dia.

    abraços…

  57. julia guttierrz

    meu irmao as vezes fala rapido e as vezes para para continuar caminhando, dirige muito bem tem bom reflexo gostaria com urgencia que mal e este estou muito aflita ja fazem uns 4 anos os medicos tratam como se fosse mal de parkso mas tenho certeza que nao e ele nao tem tremor algum, pelo amor de Deus responda com urgencia oque seria melhor para ele e que doen e esta quero ajudar meu irmao ele tm 77 anos muito obrigada que Deus oriente a su resposta.

  58. Oi. A minha medica ia cortar a Fluoxetina depois de 5 anos de uso e eu tbm ja sentia que estava na hora então marquei a próxima consulta pra vermos como es estava. so que eu me adiantei e tem quase 2 meses que eu cortei por conta própria . a exatos 2 dias comecei a ter dormência tremores barriga costas pescoço super quentes parece que esta pegando fogo dentro de mim ai começam as tonturas e dor de barriga . Ja comecei a ficar triste e estou desesperada chorro muito tenho mede de estar com panico de novo sinto vontade de me matar estou apavorada nao sei se é por causa do corte do remédio me ajudem .

  59. rodrigo barbosa

    Bom dia doutor Arthur !

    Quando saio de casa e pego qualquer condução começa a me dar sensação de faltar de ar, fico ofegante, garganta seca, as vezes tremores nas maos, moleza no corpo. Daí já começa a me dar medo de morrer, de acabar o meu ar ae vem o pensamento de medo de morrer e piora mais os sintomas! Quando eu deço do onibus ae ja começo a ficar melhor.

    Doutor o que pode ser isso e o que devo fazer, preciso muito de ajuda pois ja nao aguento mais isso! meu nome é rodrigo tenho 33 anos nao bebo e nao fumo

    Obrigado

  60. Matildes Carolina

    Olha eu sofri uns 20 anos com isso hoje me sinto curada,já tomei muitos medicamentos,hoje não tomo nem um agora só Tenho anciedade mais nada que não possa controlar,Coloca Deus na frente e esquece tudo isso tem q aprender a lidar quem quizer temos um grupo no whatsap ajuda muito várias pessoas com esse poblema quem quizer entrar me chama q eu mando colocar no grupo 33 987291965

  61. Vagno Gonçalves

    Eu sinto sensações estranhas no peito, não chega a ser dor… Geralmente a noite fico dando essas “crises” mas sempre passa quando durmo… Acho q tenho medo q meu coração pare inesperadamente, moto sozinho des de novo. O mais intrigante é que dificilmente sinto durante o dia, são mais frequentes e mais intensos quando estou ansioso ou estressado. Isso sera q pode ser Panico?? Panico de que??

  62. Bruno de Andrade

    Prezado Doutor,

    Minha psiquiatra prescreveu-me CITALOPRAM para tratar de Transtorno do Pânico. Faço uso do medicamente há mais de um ano. Estou bem. Mas voltarei a fazer musculação e gostaria de saber: 1) o CITALOPRAM interfere negativamente na hipertrofia, pois notei que perde peso ?; 2) Posso fazer uso de BCAA, mesmo tomando o antidepressivo?

    Obrigado.

  63. Aliene Maria de Souza Fernandes Tissi

    Estou tendo crises de pânico o que faço?

  64. Poliana Fortunato

    Tenho SP,Ansiedade Generalizada e Toc,tive a primeira crise em 2009,mas até então não sabia o que era aquelas sensações,aquele medo de morrer, de ter um infarto…depois comecei a ter crises todo ano,mas eram poucas,descobri que era a tal SP,ano passado de 2015, depois de conversar com pessoas próximas que tinham os mesmos sintomas,e depois de passar por problemas pessoais, calunias,minhas crises aumentaram, e daí minha ansiedade e toc também,tudo desencadeou de uma vez só,ia todos os dias no hospital,com as crises, o Clínico Geral sempre passav diezapan e passava, mas depois de várias idas ao hospital, um médico abençoado por Deus, me disse que precisava fazer o uso de cloridrato de Sertralina pro dia e pra noite, o Alprazolan,tem 3 meses que tomo essa medicação,penso em parar de tomar,mas notei uma melhora muito grande nas minhas crises,tenho todos os sintomas que todos vocês descreveram acima,não desejo pra ninguém o que sinto,tenho muito apoio de meu esposo e de minha família, que já estão a par de minha síndrome…Sou evangélica,oro muito pra Deus me libertar de vez dessa aflição,sei que tudo tem o tempo certo,tenho fé e esperança,independente de religião,raça,idade,classe social..devemos ter forças pra lutar contra esse mal que nos atormentam…e nunca nos afastarmos de Deus,Ele é o principal nessa nossa luta…Desejo que todos saiamos dessa,e que Deus os abençoem!!!

  65. ola Dr entao a varios anos venho sofrendo com um problema que ja chegou a me fazer quase desistir de viver, eu passei por uma situacao bem complicada onde tive uma forte dor abdominal e nao consegui ir ao banheiro pois nao tinha no local e isso me fez desisperado no momento, ja faz uns 10 anos que tenho algo que cada vez que voou sair tenho medo que isso aconteca e eu passe novamente, sempre tenho que ir ao banheiro antes mesmo nao querendo para chegar la e nao passar novamente, entao notei algo algumas vezes tomando bebidas alcolicas como cerveja antes de sair para uma festa ou algo assim isso me cortava este medo mais quando vou em algum lugar tipo uma igreja , uma festa , ou ao mesmo um restaurante passo muito trabalho pois prefiro qualquer coisa menos sair de casa com este medo.

  66. MARLUCE MARIA DA SILVA

    GOSTARIA DE SABER SE A FLUOXETINA CAUSA VOMITO E DOR DE CABEÇA

  67. Regiane

    Oi estou grávida de 5 meses e sofro de ansiedade e pânico antes da gravidez passei mal na rua com tontura tive visão dupla fiz vários exames e deu tudo normal o médico disse q era tudo nervoso e ansiedade perdi a fala tratei com remédios CITALOPRAN E REVOTRIL sobre lingual e fiquei melhor passando com psicólogo agora q eu engravidei ta voltando as crises de pânico com falta de ar dor no peito coração acelerado tonturas o meu obstetra passou ANSITEC pra tomar mais to com medo por causa do bebê…o q eu faço agora?

  68. Sharlene

    Essa doença é um horror, não deixa agente viver, com 17 anos tive a primeira crise, hoje tenho 22 e desde então, tenho medo de sair para lugares longes pois sempre tenho crises, no trabalho tenho crises sempre chego até a vomitar, estou sempre cansada, tomo frontal 0,50 dois por dia, e ai da tomo Bupium e Paxtrat. E mesmo Assim tenho fortes crises, ja fiz terapia com psicologa mas parece não surtir efeito. A crise vem do nada, estou sentada daqui a pouco começa, dores de barriga, ânsia de vômito, meu coração parece sair pela boca, é horrível, espero um dia me livrar disso!

  69. Juliana

    Boa tarde!
    Tenho muitos sintomas de ansiedade e agora sintomas de depressão têm aparecido, após o início de crises de labirintite. Eu já tinha ansiedade fora do controle antes, mas depois da labirintite não tenho mais vontade de viver, o que mais gosto de fazer é dormir mesmo, porque assim não sinto o peso dessa doença terrível que acaba com a nossa vida em tantos sentidos. Já perdi um emprego e a minha vida social, agora está afetando meu relacionamento de 07 anos e também o relacionamento familiar. Em resumo, está acabando com a minha vida.
    Moro em Campinas, gostaria de uma indicação de um psicoterapeuta ou psicólogo para me ajudar com o tratamento da ansiedade e esses sintomas depressivos por aqui.

    Se puder me ajudar, agradeço imensamente!

  70. Estou tomando fluxitina,para controlar a ansiedade, a três meses,já avia tomado antes ,fiz vários tratamentos para o controle,mas o pior que fiz o uso de cocaína ,no período de tratamento., esse vício é orivel não consigo parar,dependo do medicamento fluxitina,e veio as reações, me senti como se eu ia morrer me adormeceu todo o corpo,me deu uma espécie de dormência por dentro, parece no sangue sei eu e tive vários outros sintomas, como tremores tontura, sensação de desmaio,batimentos Cariacica, entre outros que não sei explicar, foi orivel,tá, passou_se duas semanas achei,que a química que eu estava usando era péssimo, troquei,aconteceu de novo só que pior,jurei por mim mesmo que nunca mais ia usar passou u. Mês e meio usei cocaína de novo e novamente ,nossa dessa vez perdi até os movimentos, não sentia meu corpo e aquele,a formigamento não passava,tomei leite dizem que é bom nesses casos,não adiantou tomava água parece que aliviava e foi passando não sei o que me deu ,alguém pode me ajudar por favor?me dizer o que aconteceu comigo?

Leave Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formSubmit